INFORMAÇÕES E SERVIÇOS PARA O CIDADÃO
Junta Comercial do Estado do Piauí - JUCEPI logo
+ Mais Notícias...
Últimas Galerias de Fotos
ENCONTRO REÚNE PRESIDENTES E VICE-PRESIDENTES DE JUNTAS COMERCIAIS
ENCONTRO REÚNE PRESIDENTES E VICE-PRESIDENTES DE JUNTAS COMERCIAIS
 
COMEMORAÇÃO PELOS 125 ANOS DA JUCEPI
COMEMORAÇÃO PELOS 125 ANOS DA JUCEPI
TERCEIRA OFICINA PIAUÍ DIGITAL
TERCEIRA OFICINA PIAUÍ DIGITAL
 
2º ENAJ 2016 DISCUTE MODERNIZAÇÃO DAS JUNTAS COMERCIAIS
2º ENAJ 2016 DISCUTE MODERNIZAÇÃO DAS JUNTAS COMERCIAIS
+ Mais Galerias de Fotos...
Matricula para tradutor público e intérprete comercial
Saiba os procedimentos da matrícula de tradutor público e intérprete comercial, conforme o Decreto 13.609, de 21 de outubro de 1943, que estabelece novo Regulamento para o ofício de Tradutor Público e Intérprete Comercial no território da República, e a Instrução Normativa DREI nº 17, de 05 de dezembro de 2013, que dispõe sobre a habilitação, nomeação e matrícula e seu cancelamento de Tradutor Público e Intérprete Comercial.
 
O ofício de Tradutor Público e Intérprete Comercial será exercido mediante nomeação e matrícula pela Junta Comercial, em decorrência de habilitação em concurso público de provas.

O Tradutor Público e Intérprete Comercial exercerá suas atribuições em todo o território da unidade federativa de jurisdição da Junta Comercial que o nomeou e terão fé, em todo o País, as traduções por ele feitas e as certidões que passar.

O pedido de inscrição será instruído com documentos que comprovem:
I - ter a idade mínima de 21 anos;
II - ser cidadão brasileiro;
III - não ser empresário falido não reabilitado;
IV - não ter sido condenado por crime, cuja pena importe em demissão de cargo público ou inabilitação para exercê-lo;
V - não ter sido anteriormente destituído do ofício de Tradutor Público e Intérprete Comercial;
VI - ser residente por mais de um ano na unidade federativa onde pretenda exercer o ofício;
VII - estar quites com o serviço militar e eleitoral;
VIII - a identidade; e
IX - comprovação de endereço por meio de certidão emitida pelo Tribunal Regional Eleitoral ou por domicílio fiscal emitida pela Receita Federal do Brasil.

As provas escrita e oral compreenderão:
I - prova escrita, constando de versão, para o idioma estrangeiro, de um trecho de trinta ou mais linhas, sorteado no momento, de prosa em vernáculo, de bom autor; e de tradução para o vernáculo de um trecho igual, preferencialmente de cartas rogatórias, procurações, cartas partidas, passaportes, escrituras notariais, testamentos, certificados de incorporação de sociedades anônimas e seus estatutos;
II - prova oral, consistindo em leitura, tradução e versão, bem como em palestra, com arguição no idioma estrangeiro e no vernáculo, que permita verificar se o candidato possui o necessário conhecimento e compreensão das sutilezas e dificuldades de cada uma das línguas.

As notas serão atribuídas com a graduação de zero a dez, sendo aprovado e classificados de acordo com as notas conseguidas os candidatos que obtiverem média igual ou superior a sete.

O concurso público de provas será realizado pela Jucepi em 2016 e mais informações sobre o certame serão divulgadas no tempo oportuno.


ATENÇÃO: O tradutor público não possui vínculo empregatício com a Junta Comercial, sendo remunerado com base na tabela de emolumentos devidos ao tradutor público e intérprete comercial. 

--
Atualizado em 26/02/2016


Junta Comercial do Estado do Piauí - Jucepi
Rua General Osório, 3002 - Cabral, Teresina/PI CEP: 64000-580 Telefone: (86) 3230-8800.
Atendimento Piauí Digital: (86) 3221-6010. E-mail: jucepi@jucepi.pi.gov.br